Tempos de mudança

Podemos responsabilizar sempre alguém e o ambiente que nos cerca pela nossa insatisfação.

Que agora já não é o que era e que as “pessoas” estão mais/menos/muito/pouco …… (preencha a seu prazer)

Ou então assumir que não é o ambiente que nos cerca ou as pessoas que podem estar a criar essa insatisfação, mas que somos nós que estamos a mudar e que estamos mais/menos/muito/pouco ……. (preencha a seu prazer)

A primeira hipóteses permite horas de conversa, a segunda leva a horas de reflexão.

Tudo depende do ruído que queremos criar e se queremos esperar pacientemente até que o ambiente ou os outros mudem, ou queremos começar a criar mudança em nós mesmos agora, no momento presente.

Boas práticas.

Vegetais feios