Só tem mesmo que comer a sopa

Na tradição culinária oriental o doce é o sabor mais importante entre o ácido, salgado, picante e amargo.

O doce que me refiro é aquele que está naturalmente presente nos alimentos como os cereais integrais, os vegetais e as leguminosas.

A importância deste sabor tem uma razão: o doce é aquele que nos devolve à terra que nos trás a casa.

Chegar a casa depois de um dia frio e ter uma sopa de abóbora como esta faz com que o tempo pare e o corpo abrande.

Mas pode ser também uma sopa de cenoura, de cebola, de pastinaga ou castanha,

Esta é talvez uma das características da estação Terra que se avizinha antes do inverno e que poderá trazer a sensação de abrandamento.

Que poderá dar por si em estado de ponderação ou de abrandamento durante o dia.

Quando encontra este abrandamento o mantra – de onde vim? onde estou? para onde vou? pode ser uma alternativa para saborear o momento presente.

Acompanhado se possível de uma boa sopa é claro.

Boas práticas.

Receba o nosso programa de regeneração pessoal

Entregue directamente na sua caixa de correio, durante os próximos 15 dias